• ENG PORT

BVLGARI MILAN

O primeiro Bvlgari Hotel foi inaugurado em Milão em 2004 e marcou a entrada do Grupo Bvlgari – uma das marcas líderes de luxo – na hotelaria. Hoje, existem seis Bvlgari Hotels & Resorts localizados em Londres, Bali, Pequim, Dubai e Xangai, incluindo dois restaurantes em Tóquio e Osaka. As próximas inaugurações em Paris e Moscou são esperadas para este ano e em Tóquio para 2023 e Miami Beach 2024. Instalado em um jardim privado de 4.000m² perto do antigo Jardim Botânico, o Bvlgari Hotel Milano se beneficia de uma localização ideal no elegante bairro de Brera. A poucos passos de distância estão os principais tesouros históricos e culturais que Milão tem para oferecer; da Accademia di Brera e da Igreja de Saint Carmine ao famoso Teatro alla Scala.

O hotel possui 58 quartos, incluindo 11 suites, a maioria com vistas incríveris sobre o jardim, ideais para um retiro tranquilo. Um dos poucos oásis verdes de paz e tranquilidade no centro histórico da cidade. O gerente geral Vincenzo Falcone e sua equipe de aproximadamente 150 pessoas trabalham com paixão para oferecer a seus hóspedes uma experiência personalizada, garantindo que eles se sintam em casa logo na chegada ao The Bvlgari Hotel Milano. 

No coração do Bvlgari Hotel Milano está um equilíbrio delicado entre o design rigoroso do espaço e a riqueza das atmosferas obtidas através do uso de materiais sólidos e pesados, como o mármore preto do Zimbábue e o bronze. Situado na via Fratelli Gabba, o edifício remonta à década de 1950. As sensibilidades de design daquela época combinadas com o design inteligente da rua, construído ao longo dos últimos trinta anos, destacam a composição gráfica do hotel. A fachada de mármore branco cria um ambiente refinado e leve que contrasta com o design maciço dos edifícios de pedra vizinhos. As janelas – emolduradas por beirais em granito preto e contornadas em carvalho tingido – destacam-se num contraponto visual à parte restaurada da fachada setecentista.

Conforme os hóspedes se aproximam do edifício, o jardim pode ser avistado através de uma parede de vegetação. As janelas estreitas e altas do saguão dão para o pátio de entrada em uma porta alta de correr que é protegida por um enorme telhado cantilever em bronze. As vidraças espelhadas refletem o jardim projetado, enquanto as vidraças transparentes revelam a seqüência majestosa dos interiores de cinco metros de altura. A utilização de granito preto e madeira de teca birmanesa criam um ambiente elegante, embora informal, que se coaduna perfeitamente com o jardim, ele próprio uma extensão dos interiores. Além da transparência da fachada criada pela mistura de bronze e vidro, o negrume do granito confere aos interiores um caráter monumental. No salão, imagens dos arquivos de Bvlgari emolduram a lareira.

Os 58 quartos, dos quais 11 são suites, oferecem aos hóspedes do Bvlgari Hotel Milano a extraordinária oportunidade de desfrutar de uma inesperada sensação de tranquilidade no coração do centro histórico da cidade. As grandes janelas oferecem uma vista esplêndida do pitoresco jardim do hotel ou de um pátio milanês exclusivo. O mobiliário e os acabamentos interiores foram pensados ​​para estar em harmonia com a paisagem envolvente, graças à utilização de madeiras de cores claras como a teca e o carvalho, que contrastam com os corredores escuros, criando um ambiente requintado e envolvente. Um ambiente que faz com que se sinta imediatamente em casa, num espaço intimista, antes mesmo de entrar no quarto.

As portas dos quartos, que são grossas para garantir ainda mais privacidade, não têm puxador. Eles são abertos empurrando-os, simulando um cofre de joias, um exemplo da atenção constante do Bvlgari aos detalhes. O hóspede é precioso e merece uma estadia em um ‘cofre de casa’. A herança da Maison resplandece também através de esboços maravilhosos do arquivo dos anos 1950 dos famosos “broches Giardinetto” de Bvlgari, que decoram as paredes dos corredores e quartos.

A suíte Bvlgari, no último andar, oferece uma vista única sobre o Jardim Botânico e o centro histórico de Milão, que pode ser desfrutada a partir do terraço de 90 metros quadrados para onde se abre. Possui acabamentos em teca e grandes janelas do chão ao teto. O quarto, com acesso direto ao terraço, dispõe de um elegante closet que dá acesso ao banheiro principal, dominado por uma grande banheira esculpida em pedra Brera, da qual os hóspedes podem desfrutar da vista de Milão com a máxima privacidade. A espaçosa sala de estar está mobilada como uma casa privada com uma bonita estante de livros e uma lareira que pode ser apreciada tanto a partir da sala de estar como da área de estar de vime no terraço. A Suite Bvlgari também pode ser reservada para jantares privados. 

A quintessência da cozinha italiana desembarcou no Bvlgari Hotel Milano. Chega com a assinatura do Chef Niko Romito, que trouxe o seu aclamado restaurante de volta ao local onde tudo começou: a Itália. Anunciado pelas 3 estrelas Michelin de seu restaurante Reale em Abruzzo e pelas novas inaugurações nas propriedades Bvlgari de Pequim, Dubai e Xangai (três em menos de um ano), a partir de 27 de agosto de 2018 Niko Romito expressa sua arte pessoal de gosto no Bvlgari Hotel Milano. A culinária italiana contemporânea está no centro do novo conceito do Chef Niko. Passou dois anos a estudar técnicas e ingredientes tradicionais para criar, expressamente para os Bvlgari Hotels & Resorts, um cânone que integra modernidade e tradição, onde cada elemento exprime a autêntica essência da cozinha “Made in Italy”. O protagonismo é desempenhado pelo gosto, que Romito considera um valor absoluto e, como tal, algo com que todos se identificam. 

whats app