• ENG PORT

LATIN AMERICA’S 50 BEST RESTAURANTS 2021

Saiu a lista dos 50 melhores restaurantes latino americanos, premiação lançada em 2013 e que, este ano traz o tema Passado e Futuro. O Brasil fez bonito levando o talento de chefs experientes e da nova geração. A TheInsider traz os premiados para você se programar.

As estrelas da indústria de restaurantes da América Latina se reuniram pós isolamento da Covid-19 em uma série de celebrações em várias cidades da região para revelar a lista dos Latin America’s 50 Best Restaurants 2021: Pasado y Futuro. Dado o impacto da pandemia, o Latin America’s 50 Best Restaurants, patrocinado pela S. Pellegrino & Acqua Panna, se baseou em sua classificação anual para criar uma lista única retrospectiva que identifica os melhores restaurantes dos últimos nove anos. A lista traz a referência de 12 países e agrega 21 novos restaurantes, ampliando seu destaque no setor.

A lista dos 100 melhores restaurantes da América Latina é criada a partir da agregação de dados de votação de oito edições do ranking desde o início da premiação, em 2013. Os chefs Virgilio Martínez e Pía León, do restaurante Central, em Lima, foi reconhecido pela sua exploração gastronômica dos ecossistemas peruanos e ocuparam o primeiro lugar como o melhor restaurante da América Latina 2013-2021. O Central está entre os três primeiros lugares, seguido de Maido e D.O.M, localizados em São Paulo, Brasil. 

03. DOM – SP

Inaugurado em 1999 por Alex Atala, o restaurante se tornou uma instituição da culinária brasileira e conta com um menu degustação de 12 pratos, o  ‘Maximus,  de cair o queixo. Os comensais podem se acomodar no salão descontraído e saborear pratos inesquecíveis.

http://www.domrestaurante.com.br

07. MANÍ – SP

O Maní serve cozinha contemporânea e artística com ingredientes brasileiros e sua chef, Helena Rizzo, foi considerada a Melhor Chef Feminina do Mundo em 2014. Situado em uma antiga casinha no bairro arborizado do Jardim Paulistano, oferece sabores inesquecíveis.

@manimanioca

11. A CASA DO PORCO – SP

A Casa do Porco, dos chefs Jefferson e Janaína Rueda, é o paraíso de um carnívoro e oferece desde pedaços crocantes de torresmo de pancetta até um criativo tártaro de porco. Tudo com carne 100% brasileira. Vegetais também são bem-vindos, nos acompanhamentos, claro.

@acasadoporcobar

22. LASAI – RJ

Lasai, que significa “tranquilidade” na língua basca, apresenta a culinária de classe mundial do chef Rafa Costa e Silva combinada com um serviço experiente e acolhedor, complementado por um espaço de jantar deslumbrante no bairro carioca de Botafogo. 

@restaurantelasai

23. MOCOTÓ – SP

O renomado chef-restaurateur Rodrigo Oliveira comanda a celebrada casa paulistana, que serve fartos e deliciosos pratos brasileiros, como o caldeirada de caju com banana, maracujá e maxixe, com farofa de castanha e coco. O salão é confortável e descontraído.

@mocotorestaurante

41. OTEQUE – RJ

Localizado no Botafogo, o Oteque é o restaurante carioca do chef Alberto Landgraf que, conforme ele mesmo diz, inspira-se na pureza da natureza visando expressar elegância, beleza e conforto no seu trabalho. Para isso, conta com uma equipe bem treinada que, na cozinha, lida com ingredientes de alta qualidade e, no salão, oferece um atendimento elegante com ares casuais. Alberto gosta de criar menus degustação inventivos, montados de acordo com a disponibilidade e sazonalidade dos ingredientes, tendo qualidade e ética como parâmetros máximos de suas escolhas. 

http://www.oteque.com

49. MANÚ – BH

Manoella Buffara e sua equipe servem um menu degustação, intitulado Metamorfose, com vegetais, ervas e frutos do mar da região, obtidos através de uma rede de produtores artesanais e também por meio de coleta. As mesclas são elegantes e saborosas.

@restaurantemanu

Os vencedores dos prêmios especiais, que foram pré-anunciados, incluem Marsia Taha do Gustu, em La Paz, que foi reconhecida com o Latin America’s Rising Star Female Chef Award. Este prêmio surgiu do Latin America’s Best Female Chef, título que reconhece a chef com uma nova visão gastronomica que inspira mudanças positivas. Rodrigo Oliveira e Adriana Salay, do Mocotó, no Brasil, também ganharam o The Macallan Icon Award como parte dos pré-anunciados. 

William Drew, Diretor de Conteúdo do Latin America’s 50 Best Restaurants, diz: “Depois de um ano com muitos desafios, é com grande prazer que apresentamos a nova edição do Latin America’s 50 Best Restaurants e homenageamos os heróis que trabalharam incansavelmente para apoiar suas comunidades e reconstruir o setor. Estamos entusiasmados em estender os holofotes a mais de 100 restaurantes e oferecer aos amantes da comida e viajantes esperançosos um poderoso ponto de referência gastronômico neste próximo estágio crucial de recuperação. Depois de muitos meses separados, estamos maravilhados com a possibilidade das comunidades se reunirem novamente em suas respectivas cidades para celebrar pessoalmente esta ocasião especial”. 

A Argentina detém o maior número de restaurantes na lista 2021 do Pasado y Futuro com 20 restaurantes. O México segue de perto com 19, adicionando a nova entrada Deckman’s en el Mogor, em Ensenada. O Brasil conta com 17 vagas, com cinco novas entradas, incluindo Glouton, de Belo Horizonte; Soeta, de Vitória; Tordesilhas, Arturito e Komah, em São Paulo. O Peru tem 16 entradas, seguido pela Colômbia com 10. A lista deste ano inclui 27 novos reconhecimentos e 21 novas entradas no total. 

O 50 Best pretende retornar a uma classificação anual na América Latina em 2022 e continuará a direcionar o merecido holofote para a diversidade e a riqueza das culturas culinárias da região. 

Segue abaixo a lista complete do Latin America’s 50 Best Restaurants 2021: Pasado y Futuro: 

1. Central (Lima, Peru) 

2. Maido (Lima, Peru) 

3. D.O.M. (São Paulo, Brasil) 

4. Astrid y Gastón (Lima, Peru) 

5. Pujol (Cidade do México, México) 

6. Boragó (Santiago, Chile) 

7. Maní (São Paulo, Brasil) 

8. Quintonil (Cidade do México, México) 

9. Tegui (Buenos Aires, Argentina) 

10. Don Julio (Buenos Aires, Argentina) 

11. A Casa do Porco (São Paulo, Brasil) 

12. Sud 777 (Cidade do México, México) 

13. La Mar (Lima, Peru) 

14. Leo (Bogotá, Colômbia) 

15. Pangea (Monterrey, México) 

16. Parador La Huella (José Ignacio, Uruguay) 

17. Osso (Lima, Peru) 

18. Harry Sasson (Bogotá, Colômbia) 

19. Chila (Buenos Aires, Argentina) 

20. Rafael (Lima, Peru) 

21. El Baqueano (Buenos Aires, Argentina) 

22. Lasai (Rio de Janeiro, Brasil) 

23. Mocotó (São Paulo, Brasil) 

24. Isolina (Lima, Peru) 

25. El Chato (Bogotá, Colômbia) 

26. Ambrosía (Santiago, Chile) 

27. Rosetta (Cidade do México, México) 

28. Aramburu (Buenos Aires, Argentina) 

29. Mishiguene (Buenos Aires, Argentina) 

30. Maito (Panama City, Panama) 

31. 99 (Santiago, Chile) *Re-entrada 

32. Alcalde (Guadalajara, México) 

33. Máximo Bistrot (Cidade do México, México) 

34. Elena (Buenos Aires, Argentina) 

35. Nicos (Cidade do México, México) 

36. Gustu (La Paz, Bolivia) 

37. La Cabrera (Buenos Aires, Argentina) *Re-entrada 

38. Le Chique (Cancún, México) 

39. Fiesta (Lima, Peru) *Re-entrada 

40. Corazón de Tierra (Valle de Guadalupe, México) *Re-entrada 

41. Oteque (Rio de Janeiro, Brasil) 

42. Criterión (Bogotá, Colômbia) *Re-entrada 

43. Alto (Caracas, Venezuela) *Re-entrada 

44. Amaranta (Toluca, México) *Re-entrada 

45. 1884 Restaurante (Mendoza, Argentina) *Re-entrada 

46. La Picantería (Lima, Peru) *Re-entrada 

47. Restaurante 040 (Santiago, Chile) 

48. Gran Dabbang (Buenos Aires, Argentina) 

49. Manu (Curitiba, Brasil) 

50. Oviedo (Buenos Aires, Argentina) *Re-entrada 

51. Oro (Rio de Janeiro, Brasil) *Re-entrada 

52. Kjolle (Lima, Peru) 

53. La Bourgogne (Punta del Este, Uruguay) *Re-entrada 

54. Tuju (São Paulo, Brasil) *Re-entrada 

55. Andrés Carne de Res (Chía, Colômbia) 

56. Mayta (Lima, Peru) 

57. La Docena (Guadalajara, México) *Re-entrada 

58. De Patio (Santiago, Chile) 

59. Crizia (Buenos Aires, Argentina) *Re-entrada 

60. Narda Comedor (Buenos Aires, Argentina) 

61. Mil (Moray, Peru) 

62. Manzanilla (Ensenada, México) *Re-entrada 

63. Casa Oaxaca (Oaxaca, México) *Re-entrada 

64. Tomo 1 (Buenos Aires, Argentina) *Re-entrada 

65. Evvai (São Paulo, Brasil) 

66. Fasano (São Paulo, Brasil) *Re-entrada 

67. Sucre (Buenos Aires, Argentina) *Re-entrada 

68. Glouton (Belo Horizonte, Brasil) *Nova entrada 

69. Cosme (Lima, Peru) *Nova entrada 

70. Tierra Colorada Gastro (Asunción, Paraguay) *Re-entrada 

71. El Mercado (Lima, Peru) *Nova entrada 

72. Merotoro (Cidade do México, México) *Re-entrada 

73. Restaurante Garzón (Garzón, Uruguay) *Nova entrada 

74. El Cielo (Bogotá, Colômbia) *Re-entrada 

75. Tordesilhas (São Paulo, Brasil) *Nova entrada 

76. Carmen (Medellín, Colômbia) *Nova entrada 

77. Soeta (Vitória, Brasil) *Nova entrada 

78. Mérito (Lima, Peru) 

79. Laja (Ensenada, México) *Re-entrada 

80. Osaka (Buenos Aires, Argentina) 

81. Café Misterio (Montevideo, Uruguay) *Nova entrada 

82. Restó (Buenos Aires, Argentina) *Re-entrada 

83. La Brigada (Buenos Aires, Argentina) *Nova entrada 

84. Salvo Patria (Bogotá, Colômbia) *Nova entrada 

85. Dulce Patria (Cidade do México, México) *Re-entrada 

86. Arturito (São Paulo, Brasil) *Nova entrada 

87. La Mar (Buenos Aires, Argentina) *Nova entrada 

88. Komah (São Paulo, Brasil) *Nova entrada 

89. Lo de Tere (Punta del Este, Uruguay) *Nova entrada 

90. Corrutela (São Paulo, Brasil) 

91. Celele (Cartagena, Colômbia) 

92. Pakuri (Asunción, Paraguay) *Nova entrada 

93. Nuema (Quito, Ecuador) 

94. Ali Pacha (La Paz, Bolivia) *Nova entrada 

95. Pitiona (Oaxaca, México) *Re-entrada 

96. Costanera 700 (Lima, Peru) *Nova entrada 

97. Alo’s (Buenos Aires, Argentina) *Nova entrada 

98. Deckman’s en el Mogor (Ensenada, México) *Nova entrada 

99. Mesa Franca (Bogotá, Colômbia) *Nova entrada 

100. Cuatro Mares (Punta del Este, Uruguay) *Nova entrada 

whats app