• ENG PORT

MANÍ, UMA COZINHA PREMIADA

Chefiado por Helena Rizzo, Maní serve comida brasileira contemporânea com ênfase em ingredientes orgânicos e de pequenos produtores

Foi da união entre Helena Rizzo, Giovana Baggio, Rafael Lima, Fernanda Lima e Pedro Paulo Diniz que o Maní nasceu, em março de 2006. A história do restaurante começa com a busca de Fernanda e Pedro por uma alimentação orgânica e mais natural. Por que não abrir uma casa com esse perfil? Depois de passar uma temporada na Europa, Helena voltou ao Brasil em 2004 e começou a considerar a proposta que a amiga Fernanda fizera tempos atrás.

No dia 3 de março de 2006 o Maní abria as portas. Um ambiente contemporâneo e de aura solar, em que a busca pela simplicidade e aconchego guiaram o projeto arquitetônico. Começava, assim, a se delinear também um capítulo novo, fresco e inspirado da gastronomia brasileira. Com a filosofia de servir os mais frescos ingredientes, numa experiência que combinasse técnica e memória afetiva; invenção e tradição, o restaurante se tornou um sucesso local e internacional.

Manteve, contudo, os valores de sua fundação e cresceu – o grupo tem também a Casa Manioca (espaço de eventos), o Restaurante Manioca (no Shopping Iguatemi) e a Padoca do Maní (com uma matriz na Joaquim Antunes e uma filial no Shopping Iguatemi).

Em 2013, após receber inúmeros prêmios nacionais e internacionais, o Maní passou a integrar o ranking anual The World’s 50 Best Restaurants, um dos maiores balizadores da gastronomia internaciona. Em setembro de 2013, Helena Rizzo recebeu o prêmio Veuve Clicquot de melhor chef mulher das Américas e, em abril de 2014, o de melhor chef mulher do mundo. Na lista Latino Americana do 50 Best Restaurants, o Maní aparece desde 2013 –este ano, ocupa a 7ª colocação. Desde 2015, o restaurante tem uma estrela no guia Michelin.

Entre seus pratos icônicos estão o nhoque de mandioquinha com “dashi” de tucupi; “o ovo” (cozido em baixa temperatura, acompanhado de espuma de pupunha) e a sobremesa “da lama ao caos”, um tour de force de ingredientes improváveis, como compota de berinjela defumada, coalhada de queijo de cabra e gelatina de água de flor de laranjeira, com gradações diversas entre o doce e o salgado.

Sobre a chef Helena Rizzo

Filha de mãe artista e pai engenheiro, Helena Rizzo nasceu em 1978, em Porto Alegre. A verve artística da gaúcha manifestou-se, primeiramente, numa breve passagem pela Faculdade de Arquitetura. Aos 18 anos, decidida a experimentar a vida fora da casa dos pais, mudou-se para São Paulo. Enquanto fazia alguns trabalhos como modelo, foi garçonete da banqueteira Neka Menna Barreto e estagiou na cozinha dos restaurantes Roanne, de Emmanuel Bassoleil, e Gero, do Grupo Fasano. Convidada a chefiar a cozinha do extinto Na Mata Café, Helena desconfiou de que talvez o universo da gastronomia fosse mesmo o seu. Aos 21 anos, juntou dinheiro, pôs na mala o caderno no qual desenhava e anotava seus devaneios, e embarcou para a Europa.

Estagiou nos restaurantes La Torre e Sadler , ambos na Itália. Um dia, foi jantar no celebrado El Celler de Can Roca , em Girona (Espanha), e tudo começou a fazer sentido. Entendeu que a comida poderia ser um meio de expressão artística, e não apenas um trabalho mecânico e monótono, como tinha sido a sua experiência até então. Depois de muita insistência, ouviu um “sim” de Joan Roca, um dos proprietários.

Na cozinha do Celler , amansou os seus anseios. Passou quatro meses na casa de Girona e um ano no Moo, restaurante dos Roca em Barcelona. Foi no Celler  que conheceu Daniel Redondo, então chef dos Roca. De volta a São Paulo, Helena recebeu de amigos a proposta de abrir um restaurante. Convidou Daniel a se mudar para o Brasil e dividir a cozinha com ela –em 2017 Daniel se desligou do Grupo.

À frente da casa, Helena desenvolve uma cozinha contemporânea calcada em ingredientes simbólicos da cozinha brasileira. Suas criações, ora grandiosas, ora prosaicas, refletem memórias e o amor pelo produto. Helena, que já participou de programas como The Final Table, da Netflix, e do reality da GNT The Taste Brasil, este ano passou a ser jurada do Masterchef, da TV Band.

Maní

Rua Joaquim Antunes, 210, Jardim Paulistano

55 11 97473-8994| reservasmani@manimanioca.com.br | manimanioca.com.br

terça a sexta, das 12h às 15h e das 19h30 às 23h

sábado, das 13h às 16h e das 19h30 às 23h

domingo, das 13h às 16h30

whats app